5 dicas para um checkout transparente

5 dicas para um checkout transparente

26 de outubro de 2018 | Por Bepay

Descubra como funciona o checkout transparente e porque ele pode aumentar os lucros da sua loja virtual, além de facilitar a vida dos seus clientes

Com o crescimento astronômico dos e-commerces, uma estimativa de 31% de crescimento só no primeiro semestre de 2018, segundo pesquisa da Tray – unidade de e-commerce da Locaweb -, todo e qualquer detalhe que represente um diferencial de vendas está sendo explorado.

Diante disso, a área dos meios de pagamentos online está chamando a atenção, principalmente, por conta do aumento de agilidade dos processos. Nesse contexto é que entra o Checkout transparente, um verdadeiro facilitador de compras online.

O que é o Checkout transparente?

De forma objetiva, o checkout é a última página da loja virtual antes da conclusão do processo de compra, o momento do pagamento.

Este instante decisivo costuma ocasionar muitas desistências, tudo por conta da complicação e lentidão que alguns e-commerces e marketplaces oferecem para seus clientes.

O Checkout transparente é justamente a simplificação desse processo. Essa estratégia de pagamento consiste em não redirecionar o usuário para outra página na hora de pagar, tornando o processo mais rápido e mais atrativo para os usuários.

Diante disso, elegemos cinco fatores essenciais para você alcançar um Checkout transparente.

1. Possua um checkout responsivo

Com a avalanche de smartphones e tablets que chegaram nas mãos curiosas do público, alguns hábitos começaram a mudar. Entre essas práticas, está a migração do aparelho onde os consumidores fazem suas compras com mais frequência, no caso, do computador de mesa para o mobile.

E o checkout responsivo é, justamente, uma adaptação à essa tendência de compras por dispositivos móveis.

Resumidamente, o checkout responsivo consiste na adaptação de interfaces para celulares e tablets, que possuem informações organizadas de maneira diferente, proporcionando mais navegabilidade para os usuários.

Os marketplaces e e-commerces que possuem a responsividade, não apenas no pagamento, mas em todas as páginas do site, garantem mais facilidades aos seus clientes durante o processo de compra, já que as informações ficam compactadas e organizadas para o formato da tela do dispositivo utilizado.

Assim, o primeiro passo de ter um checkout transparente é o investimento em páginas de pagamento responsivas, garantindo a melhor experiência possível para os clientes.

2. Transmitir mais segurança nos pagamentos

Junto com o avanço e crescimento do mercado virtual, também cresceram os números de golpes e fraudes. Afinal, não é muito difícil encontrar algum amigo ou familiar que já tenha sido alvo de fraude durante um processo de compra.

Nesse sentido, investir de maneira constante na atualização dos seus dispositivos de segurança, ou mesmo na vistoria da empresa contratada – opção que costuma ser mais eficiente, já que os contratos da prestadora do serviço giram em torno disso -, se tornou uma ferramenta essencial para aumentar as vendas, pois sabemos que ter uma reputação confiável atrai ainda mais vendas.

Tão importante quanto investir em segurança é transmitir isso para o público, procure expor os selos e avisos de segurança em todas as telas do site, principalmente no momento do pagamento, a fim de deixar claro para os usuários que aquele é um ambiente protegido.

Clique aqui e conheça uma solução segura para o seu negócio.

3. Reduza o abandono de carrinho

O principal benefício de possuir um checkout transparente é o aumento da taxa de conversão de compra, evitando que o usuário fique pulando de página em página para fazer o cadastro – situação que causa incômodo em muitas pessoas.

Então vale a pena analisar os procedimentos de maneira mensal, entendendo quais são os possíveis motivos para essas desistências.

4. Aplique o método de compra com um clique

Muitos processos de cadastro costumam desanimar os usuários, principalmente os que ainda estão indecisos sobre adquirir ou não o produto.

A estratégia de incluir a compra com um clique é uma alternativa de agilizar o procedimento de cadastro, aumentando as chances do cliente retomar sua atenção para outros produtos do site, já que demanda menos tempo, proporcionando um experiência agradável para o cliente.

Vale lembrar que, para colocar essa opção em prática, o cliente precisa autorizar a empresa no arquivamento das suas informações do cartão, que são acessadas quando o cliente clica na opção.

5. Ofereça uma opção de pagamento preferencial

O hábito de observar os próprios clientes, principalmente com a intenção de futuros lançamentos de produtos/serviços, é uma ação quase que obrigatória para qualquer negócio que almeja crescer.

No entanto, essa ação também deve ser direcionada aos meios de pagamento do seu e-commerce ou marketplace, já que identificar e, posteriormente, realizar ações ligadas ao meio priorizado, como desconto no boleto, por exemplo, pode atrair ainda mais a atenção dos consumidores.

Vale destacar que o meio de pagamentos online é o Cartão de Crédito, com uma média de 81,3% das transações na internet de acordo com a pesquisa realizada pelo Moip, entre junho de 2014 até junho de 2015.

Contudo, é importante analisar se o seu negócio segue esse padrão.

Em resumo, o principal objetivo de ter um checkout transparente e eficiente é na condição do seu negócio de adotar estratégias para garantir uma experiência dinâmica e segura para o seu público.

Entre para nossa lista e receba
conteúdos exclusivos e com prioridade

Confira mais conteúdos e dicas do nosso blog.

Split de pagamento com Sellers e Híbrido: quais as diferenças?

Os termos que envolvem o Split de pagamento ainda estão causando certa dúvida? Confira o…

Leia mais

17 de janeiro de 2019 | Por

Meios de pagamento online mais usados: semelhanças e diferenças

Confira quais são os principais meios de pagamento do mercado eletrônico, além de entender mais…

Leia mais

11 de janeiro de 2019 | Por

Como organizar o 2019 da sua empresa com uma plataforma de pagamento

A sua empresa não teve um 2018 tão organizado quanto você queria? Veja como reorganizar…

Leia mais

4 de janeiro de 2019 | Por