pagamento recorrente

Pagamento recorrente: uma maneira simples de agilizar recebimentos com transparência

31 de julho de 2018 | Por Bepay

Entenda como esse sistema funciona e quais vantagens ele pode oferecer para o seu negócio

De maneira objetiva, o pagamento recorrente é um serviço de cobrança pré-determinado pelo vendedor e aceito pelo comprador, que ocorre de maneira programada com recorrência – ação que ocorre com alguma frequência.

O pagamento pode acontecer de forma mensal, bimestral, trimestral, semestral e anual. Portanto, esse serviço retira toda ou qualquer preocupação do cliente, já que ele não precisa mais fazer pagamentos constantes. Vale ressaltar que o recolhimento costuma acontecer de maneira automática no cartão de crédito.

Quer um exemplo ?

Imagine que um clube de assinaturas promova um pacote para seus clientes, com cobrança semestral, durante o período de dois anos. Caso o gestor escolha um sistema de pagamento recorrente, a cobrança será realizada no dia pré-estabelecido com o consumidor, sem a necessidade de maiores burocracias ou perda de tempo.

Outro ponto interessante para os vendedores é em relação ao melhor gerenciamento de suas transações, já que o processo fica automatizado e, dependendo do prestador de serviço, é feito de maneira personalizada e transparente, possibilitando o acompanhamento integral dos procedimentos por meio de plataformas digitais.

Confira uma solução de pagamentos recorrentes atraente para o seu negócio…

Quais são as vantagens de ter um sistema de pagamento agendado?

Como as datas são acordadas com os clientes, o índice de inadimplência é reduzido de forma significativa, e isso ocorre por dois motivos:

• Primeiro porque os clientes têm mais tempo para se planejar em relação às cobranças, sem aquela tradicional, e chata, insistência de recebimento ou solicitação de reenvio de informações;

• O segundo ponto é sobre a debitação direta, feita no dispositivo de pagamento escolhido, como cartão de crédito, por exemplo, que garante o recebimento ao vendedor, estipulado no contrato.

Então o pagamento recorrente e o pagamento parcelado são a mesma coisa?

São parecidos, é verdade, mas estão longe de serem iguais.

No pagamento parcelado, feito através do cartão de crédito, as cobranças são realizadas de maneira mensal, sempre com o mesmo valor, e vencem no dia de vencimento da fatura.

Já no pagamento recorrente é possível aplicar as cobranças em períodos maiores que o parcelamento, sem necessariamente ocorrer de maneira sequencial (todos os meses), ou seja, de forma intercalada.

O dia da cobrança do débito é estabelecido entre os envolvidos mediante a conclusão do contrato.

Outro diferencial da recorrência é que o sistema não ocupa os limites de cartão de crédito do cliente, fator que costuma chamar muito a atenção dos consumidores, afinal, essa forma de pagamento não restringe o poder de compra deles.

Esse serviço é ideal para academias, clubes de assinatura, escolas, assinatura de produtos e serviços, assinatura de conteúdo virtual, entre outros modelos de lojas físicas ou e-commerces.

Neste contexto, podemos resumir o método de pagamento como uma ferramenta eficaz e prática no controle das finanças. Contudo, existem mais atitudes simples que podem fazer você equilibrar a vida financeira da sua empresa.

Clique aqui e saiba mais.

 

Entre para nossa lista e receba
conteúdos exclusivos e com prioridade

Confira mais conteúdos e dicas do nosso blog.

Split de pagamento com Sellers e Híbrido: quais as diferenças?

Os termos que envolvem o Split de pagamento ainda estão causando certa dúvida? Confira o…

Leia mais

17 de janeiro de 2019 | Por

Meios de pagamento online mais usados: semelhanças e diferenças

Confira quais são os principais meios de pagamento do mercado eletrônico, além de entender mais…

Leia mais

11 de janeiro de 2019 | Por

Como organizar o 2019 da sua empresa com uma plataforma de pagamento

A sua empresa não teve um 2018 tão organizado quanto você queria? Veja como reorganizar…

Leia mais

4 de janeiro de 2019 | Por